Dicas sobre pneus de bicicleta

Pneus de bicicleta : Dicas, truques e informações

Pneus de bicicleta : Dicas, truques e informações

Os Pneus de bicicleta são fundamentais para o rendimento de qualquer ciclista, eles são o ponto de contato de qualquer bicicleta com o solo e um importante item de segurança e desempenho.

Para que o bom desempenho ocorra é fundamental ter conhecimento dos tipos de pneus existentes para que saber qual pneu é o mais adequado ao percurso, uso ou tipo de trilha a ser enfrentada.

No mercado existe uma grande variedade de modelos, tamanhos, cores, marcas, materiais, etc…
Por este motivo, saber qual a finalidade de uso adequado de cada pneu, faz toda diferença na performance do ciclista.

É com base na modalidade a ser praticada ou tipo de terreno a ser enfrentado que se deve fazer a escolha ideal do pneu.

Sabendo disso, mostraremos as informações mais relevantes sobre os pneus com objetivo de instruir os ciclistas a efetuar a melhor escolha e consequentemente ter um aproveitamento e eficiência maior durante as pedaladas.

Com isso, você investirá seu dinheiro de forma inteligente e utilizará o pneu mais adequado a cada ocasião, garantindo performance e segurança durante o pedal.

Diâmetro

É fundamental que o ciclista tenha conhecimento do diâmetro de roda/pneu correto de sua bike.

Comprar pneu de um diâmetro errado certamente não servirá e não terá utilidade para a bicicleta.

Para que se tenha certeza do diâmetro, é preciso que o ciclista se certifique do tamanho exato do pneu.

Isso pode ser feito, analisando a lateral do pneu atual, onde se encontra gravado uma junção de números, normalmente dois ou três relacionado ao tamanho do pneu.

Descobrindo a dimensão e largura do pneu de bicicleta

Descobrindo a dimensão e largura do pneu de bicicleta

 

A primeira sequencia de número se refere à dimensão e a segunda, a largura.
Pode haver também outras numerações, como 700C, que se diz a qual uso tem-se o pneu, que são designados aos ciclistas que praticam Speed.

Outra forma de descobrir a dimensão e largura do pneu da Bike

Outra forma de descobrir a dimensão e largura do pneu da Bike

Aros 26”, 27,5” e 29” são encontrados em bikes da modalidade MTB (Mountain Bike) e também Urbanas são mais comuns de serem adotadas por grande parte dos ciclistas.

Aros 20 e 24 são utilizadas em bicicletas do tipo BMX, mas também existem bicicletas aro 20 dobráveis e infanto juvenis.

Resumindo, é fundamental que o ciclista já saiba o tamanho de roda ideal para sua bicicleta, pois é esta informação que irá orientar a compra de um pneu novo.

Largura

A largura pode variar entre um mesmo modelo de bike, este item fica a critério do ciclista fazer a escolha da largura do pneu.

A largura do pneu de uma bicicleta vai depender do uso e da necessidade que o ciclista possui durante suas atividades.

É importante que o ciclista faça decisão certa quanto a largura do pneu, já que está relacionado a diversos fatores, como a aderência e firmeza do pneu com o solo, maciez, entre outros.

Dependendo da modalidade / uso, pode ser que ele tenha necessidade de adquirir um pneu mais fino ou mais largo.

Os pneus mais largos garantem uma tração e melhor aderência ao solo é a opção ideal para as curvas.
Além disso, pneus mais largos promovem segurança, conforto e execução melhor em situações de irregularidade do solo, como por exemplo, em condições de chuva, etc.
Já os pneus de bike mais finos oferecem leveza e desempenho no exercício das atividades, fornecendo ao ciclista velocidades mais altas.
Mas a desvantagem dos pneus finos, é que são mais propensos a cortes, furos e outros danos e possuem menor aderência.

Uso recomendado Largura
Asfalto de 1.0 a 1.6
Cross-country / MTB de 1.7 a 2.0
Downhill Acima de 2.1

Bandas de rodagem e sua função

A banda de rodagem de um pneu de bicicleta é a região que fica em contato com o solo, podem possuir sulcos ou desenhos que se encontram na superfície do pneu e, ao contrario que muitos pensam, está longe de ser apenas um enfeite ou design do pneu, eles possuem objetivos e funções especificas.

Os pneus de uma bike podem ser lisos ou possuir cravos de diversos formatos, tamanhos e espaçamentos variados.

Também podem possuir frisos para escoamento de água.

Ou seja, cada pneu tem sua funcionalidade e tecnologia.

O objetivo da banda de rodagem de um pneu de bicicleta é garantir tração, evitar derrapagens em curvas e proporcionar melhor desempenho para ao tipo de solo do qual foi projetado.

Por isso, a escolha da banda de rodagem correta é assunto importantíssimo na performance e segurança do ciclista.

Tipos de pneus

Existe um tipo de pneu para cada tipo de utilização ou aplicação. Seja para asfalto, trilhas com obstáculos, trilhas de terra batida, seca, molhada com barro ou downhill.

A seguir, vamos falar sobre estes tipos de pneus para bike

Slick

Os pneus de bicicleta slick são mais lisos e se adequam e possuem melhor desempenho no asfalto.

São ideais para ciclistas que pedalam nas cidades e ciclovias de asfalto.

Os pneus slick oferecem velocidades mais altas por possuírem poucos relevos e desenhos na superfície do pneu.

Mas por outro lado, estes pneus por serem lisos oferecem menor aderência, é comum que tenham alguns sulcos na superfície do pneu, que auxiliam na vazão de água, evitando assim escorregamentos quando em condições de chuva.

Pneu CST 26×1,50 Mtb Slick Wind C917 - Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Pneu CST 26×1,50 Mtb Slick Wind C917 – Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Semi Slick

Este tipo de pneu é indicado tanto para asfalto quanto trilhas de terra seca batida, por isso, servem tanto para utilização na cidade quanto terra ou areia seca.

Este modelo de pneu contém cravos muito baixos ou desenhos que oferecem aderência e melhor contato com os tipos de solos ao qual são indicados.

Muitos pneus deste tipo podem ser largos e grossos visando oferecer melhor desempenho em situações de chuva, fazendo com que o ciclista tenha melhor controle da bike nessas condições, pois o piso molhado diminui a aderência.

Pneus mais largos proporcionam maior firmeza contra as irregularidades do solo, diminuindo a probabilidade que o ciclista escorregue ou caia diante de alguma instabilidade.

Pneu CST 700X38C Semi Slick C1096 - Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Pneu CST 700X38C Semi Slick C1096 – Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Cross-country ou XC

São pneus indicados para trilhas com obstáculos praticado com longos percursos, e em terrenos acidentados, com montanhas, trilhas e rochas, dando uma dificuldade extra aos praticantes.

Este tipo de pneu possui cravos mais altos e próximos indicados para maior aderência contra algumas irregularidades do solo.

Pneu CST Caballero 29X2.25 EPS Kevlar - Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Pneu CST Caballero 29X2.25 EPS Kevlar – Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Mud

Este tipo de pneu é indicado para trilhas molhadas com barro.

Estes pneus possuem cravos altos mais espaçados entre si e são próprios para terrenos lamacentos.

O espaçamento entre os cravos é uma característica importante, pois quanto maior a distância entre eles, menos lama vai se acumular.

Pneu Geax Vittoria Gato Mud Kevlar 26X1.7 Preto - Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Pneu Geax Vittoria Gato Mud Kevlar 26X1.7 Preto – Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Downhill

Os pneus indicados para Downhill possuem maiores medidas e rigidez, bem como resistência.

Geralmente este tipo de pneu é de aro 26 e possui diâmetro interno do pneu tem aproximadamente 66 cm.
Os pneus de para downhill tem largura que varia entre 2.1 e 2.7 polegadas.

Mas cuidado na escolha, pois alguns quadros não suportam medidas superiores e o pneu pode raspar no quadro.
Por isso, deve-se ter conhecimento da medida compatível e suportada para sua bicicleta e garfo de suspensão.

Pneu CST DH 26X2.40 Cheyenne Kevlar C1561 750G - Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Pneu CST DH 26X2.40 Cheyenne Kevlar C1561 750G – Disponível na Loja Virtual Núcleo Bike

Direção de Rotação

Existem pneus que podem ser utilizados tanto na frente quanto na traseira da bike, mas também existem modelos que são projetados para cada roda.

O pneu dianteiro demanda tração em curvas e freadas, enquanto o traseiro necessitam de tração nas arrancadas e não exige tanta aderência nas curvas.

Outro ponto que deve ser observado é o sentido em que o  pneu vai girar, normalmente existe uma seta na lateral dele apontando o sentido de rotação ao lado da palavra “rotation”.

Direção de rotação do pneu da bicicleta

Direção de rotação do pneu da bicicleta

Quando o pneu pode ser utilizado nas duas rodas, existem duas setas, uma acompanha a palavra “front” indicando o sentido de rotação para instalação na roda dianteira.
A outra seta com a palavra “rear” e indicando sentido de rotação para instalação na roda traseira.

Calibração dos pneus de uma bicicleta

A calibragem do pneu de bicicleta com a pressão ideal depende de diversos fatores, bem como do modelo de pneu utilizado.

A unidade de medida mais utilizada para calibragem de pressão dos pneus é o P.S.I. (Pound per Square Inch, ou  libra por polegada quadrada).
Além do PSI outra unidade de medida de pressão que pode vir escrita nos pneus é a BAR, medida usada para pressão atmosférica.
Um BAR é igual a 14,5 P.S.I., por este motivo deve-se ter cuidado ao encher pneus em postos de gasolina, muitos utilizam esta medida e se o ciclista não prestar a atenção a este detalhe, a câmara ou pneu pode estourar.
Em geral pneus de bicicleta para MTB (Mountain Bikes) utilizam pressão de 35 a 65 P.S.I.

Já as bicicletas de speed ou estrada, que tem pneus mais finos, podem utilizar de 80 a 120 P.S.I.

Na lateral do pneu também existem informações sobre a pressão minima e máxima que o pneu deve trabalhar.

Na lateral do pneu também existem informações sobre a pressão minima e máxima permitida para o pneu

Na lateral do pneu também existem informações sobre a pressão minima e máxima permitida para o pneu

A regulagem da pressão ideal vai depender de diversos fatores como: Utilização da bike, piso ou terreno, peso do ciclista, tipo de pneu e das condições atmosféricas.
Comparando MTB x Speed, vemos que pressão não é quantidade de ar, pois quanto mais fino é o pneu, maior é a pressão dele.

Em linhas gerais, quanto menos pressão nos pneus maior aderência e maior atrito e por outro lado quando maior a pressão dos pneus menor aderência e maior velocidade.

Outra dica é: ciclistas mais leves,pneus com pressão menor, enquanto ciclistas mais pesados, pneus com pressão maior.
A calibração perfeita dos pneus vai depender dos fatores ditos anteriormente e de testes que o ciclista deve fazer para encontrar a calibragem ideal.

Para isso é essencial é ter em casa uma boa bomba de chão,pé ou oficina com manômetro para calibrar os pneus antes do pedal, pois com uma bomba de oficina/chão, o ciclista pode calibrar os pneus com menos esforço e mais rápido, além de que o manômetro permite saber qual a medida de pressão o pneu esta recebendo.

Bomba de Oficina / Chão High One com Manômetro e Válvula Reversível em aço na cor azul - Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Bomba de Oficina / Chão High One com Manômetro e Válvula Reversível em aço na cor azul – Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Tipos de Válvulas

Os tipos de válvulas mais comuns são do tipo Schrader (bico grosso) e do tipo Presta (bico fino).

Os tipos de válvulas mais comuns são do tipo Schrader (bico grosso) e do tipo Presta (bico fino).

Os tipos de válvulas mais comuns são do tipo Schrader (bico grosso) e do tipo Presta (bico fino).

As válvulas de bico grosso (Schrader), também conhecida como americana, foi inventada por um alemão, August Schrader, radicado nos Estados Unidos.
Este tipo de válvula é igual encontradas em pneu de carros e motos e por isso podem ser facilmente  enchidas e calibradas  em qualquer bomba de posto de gasolina.

Já as válvulas do tipo Presta são comuns em rodas de bicicletas Speed (Estrada) e em Mountain Bikes mais sofisticadas.

A válvula do tipo Presta retem a pressão por um tempo maior, mas requer bomba específica por causa do tipo de bico.

Para resolver este tipo de problema, existe um adaptador de válvula que é rosqueado na válvula presta e permite por exemplo, encher o pneu em qualquer posto de gasolina

Adaptador de Válvula Presta para Americana (Schrader) Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Adaptador de Válvula Presta para Americana (Schrader) – Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Estruturas dos Pneus

Boa parte dos pneus de bicicleta com câmara do mercado são feitos de estrutura de arame ou de kevlar.

Pneu com estrutura de arame

Os pneus de arame tem estrutura e armação de arame, isso dificulta a dobragem deste pneus.

Além de serem mais pesados, são mais difíceis de colocar e retirar da roda, tendo características contrárias aos pneus de banda kevlar.
Por outro lado, os pneus com estrutura de arame tem custo mais baixo.

Pneu com estrutura de Kevlar

Os pneus com banda de kevlar apresentam grande eficiência e benefício, uma vez que oferece diversas vantagens, além de serem muito leves, são mais práticos  quanto a montagem e desmontagem dos aros, sem que haja a necessidade de usar espátulas, o que facilita a troca.
Os pneus de kevlar são facilmente dobráveis, tornando o pneu mais maleável, garantindo mais agilidade e prontidão para o transporte e armazenamento do pneu. Uma única desvantagem dos pneus de banda kevlar é seu custo maior em relação á outros tipos de pneus.

Pneu Tubeless

O Tubeless é uma tecnologia que permite usar os pneus sem a necessidade de uma câmara de ar.
Outro ponto a ser levado em consideração é que pneus do tipo Tubeless tem um custo mais alto em relação aos pneus com câmaras, além de exigirem manutenção frequente.

TPI – Threads per Inch – Fibra do pneu

O revestimento de um pneu, é feito de uma especie de fibra que são camadas de fios sobrepostos entre si, lado a lado em camadas perpendiculares umas às outras (estas camadas são medidas como thread per inch (TPI), ou, fios por polegada).

TPI - Threads per Inch - Fibra do pneu

TPI – Threads per Inch – Fibra do pneu

Essa especie de tecido que se localiza na carcaça do pneu, pode possuir TPI baixo ou alto.

A informação da quantidade de TPI de um pneu normalmente é gravada em sua lateral.
Pneus com TPI alto são produtos que possuem mais fios por polegada, e portanto menos borracha em sua composição, com proporcionam maior maciez, conforto e leveza, são mais resistentes a furos e suportam maior pressão, porém por outro lado são mais finos.

Já pneus com TPI baixo são produtos mais compactos e robustos, pesados e duros comparados á um pneu de TPI alto.

Quanto menor o TPI de um pneu, mais espaço existe entre as camadas, logo mais borracha é adicionada ao pneu para preencher os espaços existentes, resultando num pneu mais pesado (e em alguns casos, menos resistente).

Tecnologias Anti-Furos

O pneu é o item da bicicleta mais vulnerável e suscetível á danos, como por exemplo, os furos.
A borracha que garante conforto e bom desempenho ao ciclista, não possui boa resistência á perfurações e cortes.
É por esta razão, que existem hoje as tecnologias anti-furos, como fitas e selantes.

Fitas Anti-Furos

As fitas anti-furos são colocadas entre a câmara de ar e o pneu com objetivo de reduzir a probabilidade de ocorrer possíveis perfurações na câmara de ar, elas funcionam como obstáculo contra objetos perfurantes.
O custo não é alto, é um recurso muito recomendado, pois é um excelente investimento para que não seja necessário ficar trocando ou remendando uma câmara perfurada.

Fita anti furo 35 mm – MTB para Aro 29″ – Tectire - Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Fita anti furo 35 mm – MTB para Aro 29″ – Tectire – Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Vale lembrar que as fitas anti furo reduzem a possibilidade da câmara furar,mas é boa pratica levar remendos autoadesivos, espatulas e bomba de ar portátil para resolver problemas com furos em sua trilha ou passeio.

Selantes de pneus

Os selantes de pneus é uma especie de líquido que, como o nome diz, tem a função de selar o pneu por dentro contra pequenos vazamentos.

Selante Vittoria Pit Stop TNT 200ml - Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

Selante Vittoria Pit Stop TNT 200ml – Disponível na Loja Virtual do Núcleo Bike

O objetivo do selante é bem simples: Ele é líquido espesso, denso, grudento, composto de fibras e adesivos, que se espalha com a rotação da roda, formando uma fina camada no interior do pneu.
Quando algo perfura o pneu, a reação inicial é o vazamento do ar sob pressão.
Mas com o líquido selante entre o ar e o pneu, o ar acaba empurrando o selante para o furo. O selante como é denso e grudento, ele acaba fechando o furo e impedindo o vazamento de ar.

Quando trocar os Pneus da bicicleta ?

Como falamos, o pneu da bicicleta esta sujeito a diversos tipos de danos, não  somente perfurações e cortes, mas também ao desgaste do pneu.

O ciclista deve ter atenção redobrada quanto aos pneus, pois são eles que contribuem para garantir a segurança durante a prática do esporte.

Quando o ciclista tem uso frequente da bike, é bom sempre checar o desgaste do pneu de sua bicicleta, para evitar problemas ou situação de risco durante um passeio ou trilha.
Para nos certificarmos sobre o estado do pneu, basta fazer uma analise dos gomos do pneu, verificado a altura desses gomos.

Se os gomos ainda estiverem altos, o pneu se encontra em boas condições, caso contrário, se estiverem baixos, quase no mesmo nível do pneu, demonstra que o pneu está gasto.
Neste caso, é importante precaução e cautela, visto que o pneu quando muito gasto pode ocasionar desequilíbrios, derrapagens, etc.
A melhor solução é a substituição do pneu gasto por um novo.

A prazo apropriado para que seja feita a manutenção dos pneus é de uma vez por mês para quem tem uso constante da bike.

Quando utilizada eventualmente, é recomendável que se troque uma vez a cada 3 meses.

Vale lembrar que o pneu traseiro tem maior desgaste comparado ao dianteiro, isso é porque este pneu suporta maior parte do peso do ciclista, e também por ter mais uso do freio traseiro.
Sendo assim, é indispensável que o ciclista sempre se certifique sobre o estado dos pneus, para que faça a troca e reparo, evitando possíveis riscos que um pneu gasto pode trazer.

Obrigado por sua leitura

Esperamos que esta reportagem tenha lhe ajudado a conhecer um pouco mais sobre pneus para bicicletas.

Se você gostou desta matéria, compartilhe com seus amigos ou nos acompanhe pelas redes sociais.

Não gostou, encontrou algum erro ou conhece outras dicas, deixe seu comentário.

A Loja Virtual do Núcleo Bike possui ótimas opções de peças, componentes e acessórios para sua bicicleta. Confira!

Esta é uma forma de você apoiar o Núcleo Bike, além de adquirir peças de qualidade com procedência, Nota Fiscal e garantia.

Tudo por um preço justo com facilidade de pagamento, honestidade e excelente atendimento.

Obrigado e bom pedal.

Compartilhe



Comentários

  1. Parabéns ao Renato e ao Bruno pela publicação das dicas, muito esclarecedoras, tiraram minha dúvida sobre a instalação correta dos pneus novos que comprei. Vlw!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *